Pagar menos imposto exige alguma matemática!

Neste vídeo ajudamos o Armindo e o Celso, dois empreendedores natos, a maximizar os lucros...

 

Marco-Libório.jpg

Marco Libório é consultor na área financeira e fiscal há cerca de 20 anos. Fundou a UWU Solutions em 2003, onde exerce funções de CEO e Senior Consultant.

Paralelamente, é docente e formador deste o ano 2000, tendo lecionado nomeadamente na ESB da Universidade Católica Portuguesa e no IPL – Instituto Politécnico de Leiria

Saber mais


history-facebook.jpg

Na 2ª edição, para além das atualizações decorrentes de alterações legais, foram adicionadas várias matérias que não tinham sido abordadas na 1ª edição (por exemplo, a transparência fiscal, o regime fiscal especial na revenda aplicável às empresas, ou o reinvestimento que pode reduzir o IRC em 50% sobre uma mais-valia). Simultaneamente, temos agora 21 Casos Práticos (na 1ª Edição eram 16). Para além de atualizar os que se mantém, adicionei 6 casos completamente novos!

Saber mais

Pagar menos imposto exige alguma matemática!

Maximizar os lucros é, naturalmente, um dos seus principais objetivos enquanto investidor imobiliário. No entanto, para conseguir alcançar esse objetivo, necessita de ter alguns conhecimentos, nomeadamente no que se refere à tributação dos potenciais lucros resultantes da sua atividade, bem como relativamente às regras do IVA.

Assim, venho desta feita partilhar consigo o vídeo integral do caso prático nº6 do meu livro “Como poupar em impostos no imobiliário”, que procura precisamente ajudá-lo a tomar a melhor decisão nos seus investimentos.

Este vídeo é dedicado ao caso do Armindo e do Celso, dois empreendedores com uma larga experiência no setor imobiliário, que criaram uma empresa para desenvolverem as atividades de compra e venda de imóveis e de promoção imobiliária.

Para os ajudar a rentabilizar a operação em causa, analisaremos dois cenários:

  • Cenário A – Compra, construção da moradia e posterior venda
    • Aqui, os nossos investidores contratam um empreiteiro para construir no terreno que lhes pertence. Após finalizada a construção, eles vendem “todo” o imóvel (terreno já com a moradia implantada) ao seu cliente.
  • Cenário B – Compra e revenda do terreno + serviço de construção da moradia
    • Neste cenário, a construção da moradia já acontece após o terreno ter sido revendido. Na prática, subcontratam o empreiteiro, garantem a gestão da obra, e no final faturam o valor total do seu serviço ao seu cliente.

Vamos então ajudar os nossos investidores a tomar a melhor decisão! Neste caso prático, mostro-lhe qual é o cenário com mais vantagens, possibilitando ao Armindo e ao Celso otimizar o seu investimento do ponto de vista fiscal. 

Se ainda não adquiriu o livro, basta aceder a este link! Ao fazê-lo terá acesso exclusivo a importantes dicas de poupança fiscal, mas também acesso integral a todos os vídeos explicativos dos 16 casos práticos

Caso tenha alguma dúvida relativa ao seu caso específico, já sabe, envie-me a sua questão.

Até breve, e bons investimentos!

 

Voltar...

Subscrição

Subscreva a nossa newsletter e fique a par de novos lançamentos.

A 2ª Edição do Livro "Como poupar em impostos no imobiliário" já está disponível!